Logotipo do Museu do Imigrante

Sala do Trabalho - 02/09 - Por Museu do Imigrante

Máquina utilizada na prensagem do queijo.

Consiste em uma estrutura de madeira, encaixada com pregos. Essa estrutura é composta por: fôrma do queijo; a manivela que realiza a prensagem; e a superfície de escoamento do soro.

A manivela possui uma haste vertical, toda roscada e uma haste horizontal para o manuseio. Ambas são em madeira. A manivela incide na fôrma.

A fôrma é redonda e em formato de barril. Sua composição é em madeira, circundada por duas faixas de metal (uma próxima ao bocal e uma próxima à base) e possui toda sua extensão com furos, por onde o soro é expelido. Ela está apoiada sobre uma superfície quadrangular.

A superfície também é em madeira. Ela possui uma pequena passagem em metal (similar à uma meia cana) que leva a um buraco, por onde o soro é escoado para fora da prensa.

Altura: 118,5 cm
Comprimento: 68,5 cm
Largura: 46 cm
O funcionamento da prensa se dava a partir da colocação da coalhada na fôrma.
Então a manivela era acionada, pressionando a coalhada, o que fazia com que o soro fosse expelido pelos buracos.
Esse processo somado ao período de maturação (30 a 75 dias) resultava no queijo colonial, tipicamente produzido pelos imigrantes italianos.

Originalmente, o queijo era produzido com leite cru, mas atualmente a legislação exige a pasteurização do mesmo.

Confira as imagens abaixo

  • estrutura de madeira utilizada para prensar queijo
  • estrutura de madeira utilizada para prensar queijo

Explore mais

  • quadro antigos

    até no Museu do Imigrante

    Clique para ver mais sobre essa exposição.
  • Penico

    Quarto

    até no Museu do Imigrante

    Clique para ver mais sobre essa exposição. penico branco